O Reaper, da Cockos, compete com os melhores.

O Reaper, da Cockos, compete com os melhores.

15 de julho de 2014 / Categorias: Midi, Música / Tags: , , , , , , , , , , ,

O que você acharia se alguém lhe dissesse que há um aplicativo shareware de 60 dólares disponível na internet que pode competir com os gigantes no mundo dos softwares de música e ainda ganhar? E que ele existe nas duas plataformas mais prestigiadas do planeta, Windows e OSX ?

Você pode  não acreditar, mas existe. Com sua flexibilidade notável de recursos avançados e equipe de desenvolvimento ágil, o Reaper da Cockos, tem o potencial para fazer exatamente isso. A E.R.PIRES adotou este software em seus tutoriais por ser ele de fácil manuseio, poderoso e ainda poder ser adquirido por um custo acessível para o bolso de qualquer usuário.

Imagem0

O que é DAW?
Imagine você utilizando o seu computador para importar qualquer áudio, MIDI, sintetizadores, samples e poder compor, organizar, editar, mixar, masterizar qualquer outro projeto de áudio.

Adicione ainda uma interface de áudio de sua escolha e um microfone, e você terá um estúdio de gravação completo, adequado para a gravação de qualquer coisa, desde um solo para uma banda até arranjos para uma orquestra (mesmo que a orquestra seja apenas você).

Gravação multi-track não destrutiva significa que podemos gravar camadas de tomadas após tomadas, corrigindo, editando, revisando e fazendo ajustes do conteúdo que mais lhe convem.

Há também interfaces de áudio baratas projetadas apenas para conectar guitarras e há também muitas interfaces de áudio projetadas para receber muitas entradas de linha e entradas de microfone simultâneas. Há muitos hardwares para este fim, dos simples aos mais extravagantes, mas uma coisa é certa, haverá sempre aquele que mais atende ao seu bolso e proposito.

O REAPER coloca o seu computador em pé de igualdade com qualquer estúdio de gravação top de linha. Não estamos falando é claro, de uma sala cheia de conversores caros, microfones, amplificadores e não esqueçamos do principal, o talento (este está ao seu encargo).

Mas se você é dono de um estúdio de gravação top de linha e têm algum interesse pelo REAPER, o que eu disse pode têr insultado a sua inteligência. Então vamos apenas dizer que ao contrário de alguns outros DAWs, o REAPER suporta quase qualquer interface de áudio existente, até mesmo as interfaces fabricadas por empresas cujo software não permite que você utilize qualquer interface de hardware. Ficou melhor?

Imagem2

Refugiados, sejam bem-vindos
Se você atualmente usa um outro DAW e quer economizar algumas dezenas de dólares com a próxima versão sem qualquer atualização que lhe interesse, sem aquelas  implementações que você já aguarda há um bom tempo, o que o REAPER tem a lhe oferecer?

Para começar, o REAPER é programado por um pequeno grupo de engenheiros dedicados, e não por unidades independentes de criação de softwares sob o comando central de uma equipe de marketing. Isso significa que REAPER é enxuto, eficiente e estável.

O REAPER logo ao ser iniciado já está pronto para gravar em segundos, graças a inicialização de forma inteligente em sistemas multicore. Isso significa que você ganha mais tempo gravando e editando em vez de ficar esperando a tela inicial terminar de inicializar.

O REAPER também lhe dá duas atualizações principais com a sua licença. REAPER é famoso por seu rápido e freqüentes upgrades e o mais importante, são upgrades estáveis. Quem comprou o REAPER 2.0, já recebeu mais de 100 atualizações gratuitas. Este caminho percorrido até o fim da série versão 3.xx lhe daria um aplicativo muito mais complexo do que quando começou.

Se você acha que há alguma característica em seu DAW atual que não pode dispensar, experimente baixar e experimentar a versão de avaliação do REAPER para ver se ele está dentro de suas expectativas. O conjunto de recursos do REAPER é maduro, abrangente e poderoso.

Imagem3

Liberdade e controle

Há uma grande mudança acontecendo neste momento no mundo dos sequenciadores baseados em PC, muitos músicos estão considerando uma mudança de plataforma, seja migrando para um Mac para que possam usar o Logic, sequenciador da Apple, ou até mesmo ficar no PC, mas procurando sequenciadores diferentes.
Tradicionalmente sempre houve dois sequenciadores de áudio principais rodando MIDI no PC . Na Europa, o Steinberg Cubase / Nuendo é muito popular, enquanto que nos EUA predomina o Cakewalk Sonar. Ambos os produtos começaram suas vidas somente como MIDI, mas gradualmente foram sendo incorporados recursos de áudio a medida que os computadores se tornavam mais poderosos. Enquanto isso, Samplitude vem ganhando seguidores entusiasmados pela sua abordagem tudo-em-um, com a gravação de CD on-the-fly , enquanto isto a Digidesign vem colocando mais funcionalidades de seqüenciamento na linha Pro Tools.

Há também uma outra onda de entusiastas clamando por aplicações mais simples de usar, como o Tracktion da Mackie.

Em meio a este mundo de pesos pesados ​​surge o Reaper dos desenvolvedores Cockos Incorporated. Fundada em 2004 por engenheiros cansados de trabalhar dentro de grandes empresas no desenvolvimentos de muitos produtos conhecidos.

O desenvolvimento do Reaper é liderado por Justin Frankel, que criou a Winamp e o Gnutella, compartilhamento de arquivos peer-to-peer em rede.

O pré-lançamento da primeira versão do Reaper somente para os PCs foi lançado em dezembro de 2005, e atraiu um pequeno mas entusiasmado público de músicos iniciantes, mas Justin, atendendo às solicitações dos usuários com mais atualizações, o lançamento oficial se deu em agosto de 2006. Nesse ponto o Reaper já continha um grande número de novos recursos.

No entanto, ele continua extremamente compacto, com um tamanho de download de no máximo 13MB. As atualizações estão sendo lançadas em uma base quase que diária, por isso, o tempo em que você estiver lendo este texto, não é de duvidar se já não há mais um upgrade com mais caracteristicas.  A versão para o Mac está também disponível para download.

Como cada vez mais músicos aderem ao Reaper, cada vez mais recursos mais profissionais são adicionados, o Reaper é agora considerado um software sério e maduro por muitas pessoas e é uma alternativa à liderança dos sequenciadores comerciais de MIDI e Audio .

Para se ter uma idéia da flexibilidade de Reaper, novos projetos podem ter taxas de amostragem de áudio entre 8kHz e 192kHz, e resoluções de 8, 16, 24, 32-bit e 64-bit em ponto flutuante, O Reaper usa um mixer engine de 64-bit que fornece uma fidelidade de áudio excelente. Os formatos de arquivos suportados incluem WAV, AIFF, WavPack, FLAC, OGG Vorbis, MP3, MIDI e SYX, e se você já tem o Quicktime instalado há também o suporte preview /vídeo para a decodificação de áudio AVI, WMV, vídeo MPG e MOV.

Além dos muitos formatos de áudio já mencionados, você também pode exportar como imagem de CD de áudio no formato CUE / BIN e gravar diretamente em um CD de áudio, ou até criar um arquivo de imagem para outros softwares de gravação de CDs.

Em sua versão para PC, Reaper suporta Out Wave, Kernel WDM Streaming, Direct Sound e formatos driver ASIO, e pode, portanto, ser usado com praticamente qualquer dispositivo de áudio, embora eu recomende ficar com o ASIO, se possível, para uma menor latência; se o seu equipamento não suporta este formato, faça o download do driver freeware ASIO4ALL no www.asio4all.com. Reaper também suporta múltiplas MIDI Ins e Outs que você pode habilitar em qualquer combinação.

Você pode fazer ajustes de prioridade e controlar todos os aspectos da gravação e desempenho de reprodução. Um medidor de desempenho de Reaper também é uma novidade para os usuários avançados, não só serve para exibir a taxa de uso total da CPU e atividade do disco rígido, mas também como a memória do sistema restante, que é útil para usuários de pesados ​​samples. Você pode até mesmo ver a queda de consumo da RAM quando desabilita as interfaces gráficas dos plug-ins em favor de uma simples interface genérica.

Ainda melhor para aqueles que trabalham com seus PCs próximo ao limite, os efeitos de uso da CPU é exibido separadamente, tanto como uma figura total e por faixa, para que você possa ver exatamente quais plug-ins estão consumindo mais ciclos da CPU.

Como a lista de recursos vem crescendo em uma base quase que diária, para obter a completa lista de recursos, sugiro que você leia as informações mais recentes no site da Cockos.

Imagem4

Além dos muitos formatos de áudio já mencionados, você também pode exportar como imagem de CD de áudio no formato CUE / BIN e gravar diretamente em um CD de áudio, ou até criar um arquivo de imagem para outros softwares de gravação de CDs.

Na versão para PC, Reaper suporta Out Wave, Kernel WDM Streaming, Direct Sound e formatos driver ASIO, e pode, portanto, ser usado com praticamente qualquer dispositivo de áudio, embora eu recomende ficar com o ASIO, se possível, para uma menor latência; se o seu equipamento não suporta este formato, faça o download do driver freeware ASIO4ALL no www.asio4all.com. Reaper também suporta múltiplas MIDI Ins e Outs que você pode habilitar em qualquer combinação.

Você pode fazer ajustes de prioridade e controlar todos os aspectos da gravação e desempenho de reprodução. Um medidor de desempenho de Reaper também é uma novidade para os usuários avançados, não só serve para exibir a taxa de uso total da CPU e atividade do disco rígido, mas também como a memória do sistema restante, que é útil para usuários de pesados ​​samples. Você pode até mesmo ver a queda de consumo da RAM quando desabilita as interfaces gráficas dos plug-ins em favor de uma simples interface genérica.

Ainda melhor para aqueles que trabalham com seus PCs próximo ao limite, os efeitos de uso da CPU é exibido separadamente, tanto como uma figura total e por faixa, para que você possa ver exatamente quais plug-ins estão consumindo mais ciclos da CPU.

Como a lista de recursos vem crescendo em uma base quase que diária, para obter a completa lista de recursos, sugiro que você leia as informações mais recentes no site da Cockos.

Compartilhamento

Reaper pode ser instalado em Windows XP,Vista,Seven ou superior, ambos nas versões 32 e 64bits e OSX.

A versão completa do Reaper pode ser baixado para avaliação sem limitações de tempo (A versão de avaliação nunca expira). Mas se você ainda estiver usando-o após 30 dias, você deve comprar uma licença. A licença não comercial é de apenas U$ 60, que aliás, é uma quantia muito pequena se considerarmos o que o software propõe. Já para o profissional que é remunerado pela música o valor da licença comercial sai por U$$ 225.
Em outras palavras; os desenvolvedores do Reaper não esperam que você  compre uma licença comercial se você pretende vender somente 10 cópias do seu CD, mas se você vende 1000 cópias, deveria. Como a Cockos não tem como fazer tal policiamento, em última análise, fica a cargo do usuário  agir de acordo com a sua própria consciência.

About the author